Portugal

José Carlos Santiago

Curador e Facilitador

www.jcsantiago.info
www.jcsantiago.net
www.jcsantiago.com

Abordagens para a sua Saúde e Bem Estar

Bulimia

A bulimia ou a necessidade de comer em demasia seguido por métodos compensatórios, é um dos transtornos alimentares que muitas vezes surge e que há que compreender e corrigir.

Existem vários transtornos alimentares mas os mais falados são a anorexia e a bulimia.

Estes problemas têm vindo a aumentar na nossa sociedade, sendo problemas que debilitam a nível mental e emocional e que podem afectar qualquer família.

A bulimia é uma compulsão para comer que leva a pessoa a ingerir demasiados alimentos em pouco tempo como forma de acalmar a sua ansiedade e estado emocional que depois acaba por ser seguida de métodos compensatórios ou purgas onde se procura eliminar o que foi ingerido.

Por norma aparece na adolescência podendo prolongar-se ao longo da vida adulta.

Por vezes esta situação é seguida de vómito provocado ou pela ingestão de laxantes ou mesmo pelo uso de exercício físico como forma de "manter o peso" ou como forma de se "livrar do sentimento de culpa" que costuma acompanhar esta compulsão.

Existem várias teorias acercas das razões para tal comportamento mas a maior parte delas não passam de teorias e estão completamente erradas.

Existem razões por detrás deste comportamento e são essas razões que precisam de ser trazidas á luz e trabalhadas por forma a que a pessoa se possa libertar dessa compulsão.

Medos, depressão, ansiedade, problemas afectivos ou emocionais podem estar na origem ou no agravamento deste problema pelo que devem ser trabalhados.

Frequentemente as pessoas (normalmente são as mulheres as que são "atacadas" por este problema) escondem este problema com medo das reacções e incompreensão das pessoas á sua volta. Elas já se sentem culpadas por isso e como tal dispensam as criticas e incompreensões das pessoas á sua volta.

Felizmente que hoje existe muita informação acerca da bulimia e de outros transtornos alimentares, restando apenas encontrar alguém que se entenda com o problema e que o saiba resolver.

Este é um problema que vem do inconsciente e como tal não é fácil lá chegar sem ajuda e mesmo essa ajuda precisa de ser feita por quem saiba e por quem se entenda com este problema.

Infelizmente este não é um trabalho que os psicólogos consigam fazer sem outros conhecimentos e informações.

O trabalho que eles conseguem fazer nestes casos é bom mas não chega nem resolve as causas por detrás deste problema.

Hoje mais do que nunca há que conhecer diversas áreas de trabalho e muitas soluções, para que de facto se consiga identificar o que é que a pessoa precisa e aquilo que resulta com ela.

É desta forma que cada vez mais surgem clínicas onde a abordagens à bulimia e aos transtornos alimentares é feito por uma equipa e não apenas por um especialista.

No entanto mesmo assim hoje já começam a existir pessoas que sabem detectar e resolver muitos dos problemas de saúde em virtude de usarem de uma abordagem muito mais global, completa e integrada.

E quando se sabe o que se passa com a pessoa e o que se passa no seu interior (inconsciente, subconsciente, etc.) então o trabalho está muito facilitado.

E quando se sabe o porquê da bulimia e dos transtornos alimentares e como se podem libertar esses problemas, então tudo fica mais fácil.

Desta forma a medicina e as suas diversas abordagens não chega nem dá respostas eficazes para este e muitos outros problemas.

E quando se pensa nas ditas medicinas "altermativas" (complementares), elas também não dão as respostas que muitas vezes se deseja.

Há que compreender as causas e saber como as resolver pois só assim se conseguem resultados.

 

 

www.000webhost.com