Portugal

José Carlos Santiago

Curador e Facilitador

www.jcsantiago.info
www.jcsantiago.net
www.jcsantiago.com

Abordagens para a sua Saúde e Bem Estar

Esquizofrenia

Esquizofrenia é uma doença em que a pessoa sofre de uma alteração ou desvio de personalidade ou seja a sua personalidade está alterada.

Isto é um problema psicológico que apenas a medicação tem ajudado. No entanto há que compreender melhor o problema para assim se poder encontrar mais e melhores soluções.

A esquizofrenia é caracterizada por uma dissociação das funções psíquicas e pela perda de contacto com o mundo exterior ela afecta não só a pessoa mas também toda a sua família e todas as pessoas à sua volta.

Um dos seus primeiros sintomas é a diminuição da afectividade, quando não a sua total supressão ou ausência, existindo um desligamento do mundo por parte do doente, que se volta sobre si mesmo (semelhante em parte ao autismo).

As funções intelectuais são igualmente perturbadas o que acarreta rapidamente a alienação de tudo o que se passa à sua volta.

Muitas destas pessoas passaram por períodos de depressão, stress ou conflitos antes de entrarem nesta situação o que leva a concluir que estes problemas desencadearam ou agravaram a esquizofrenia.

A tensão e o stress nos quais a pessoa esteve envolvida foram assim desencadeantes da situação o que leva a crer que todas as técnicas que aliviem a pessoa das tensões e stress nas quais ela esteve envolvida são bem vindas.

Mais, uma vez que a pessoa vive sob stress, medos, pânicos e alterações comportamentais contínuos, tudo aquilo que lhe traga tranquilidade ou que a relaxe será igualmente bem vindo.

Só quando a pessoa está mais tranquila e estável é que se pode pensar em fazer um trabalho mais profundo.

Assim o objectivo principal seria dar mais tranquilidade à pessoa para assim se poder fazer um trabalho de relaxamento para que a pessoa comece de novo a deixar de ter medos e pânicos das coisas e pessoas que existem à sua volta levando-a a sair do seu "autismo".

Desta forma deveriam ser tentadas outras alternativas em complemento com as técnicas usadas para assim se poder fazer um trabalho mais global e abrangentes e dessa forma se tentar dar uma maior ajuda a estas pessoas o que seria benéfico não só para elas mas para toda a sua família.

Hoje existe uma compreensão maior acerca do que é e do que fazer em relação à esquizofrenia, mas infelizmente fora da medicina.

Uma vez que essa informação existe apenas fora da medicina, os doentes e a sua família muitas das vezes acabam por não beneficiar de outras abordagens que por vezes poderiam ser de grande ajuda.

 

 

www.000webhost.com